Menu

Maria, Maria

MEBMaria Esther Bueno (Foto: João Pires)

Ela é um dos maiores nomes do esporte brasileiro e um ícone do tênis mundial. Dona de 19 títulos de Grand Slam, a “bailarina das quadras” invadiu o saibro carioca. Além de bater uma bolinha todos os dias antes do início das transmissões no SporTV, onde é comentarista, Maria Esther Bueno também foi homenageada na quadra central do Rio Open.

No telão, um vídeo com imagens dos momentos mais importantes da carreira da maior tenista brasileira de todos os tempos. Ao som de “Maria, Maria”, de Milton Nascimento, ela foi aplaudida em pé pelo público e se emocionou ao relembrar o passado. Tempos de glória e também de dificuldades, quando ainda não existia um ranking oficial no esporte.

Tetracampeã do US Open, tricampeã de Wimbledon e única brasileira integrante do Hall da Fama do Tênis, Maria Esther recebeu uma placa comemorativa do diretor do torneio, Luiz Fernando Carvalho. “Fiquei emocionada ao rever meus bons tempos na quadra. Espero que tudo que fiz sirva de alguma maneira para os novos jogadores, e que este torneio no Rio seja o primeiro de muitos. O Brasil precisa de eventos como esse".

Veja o bate-bola de Maria Esther Bueno no Rio Open:

 

 

voltar ao topo