Menu

Tênis: saúde e diversão na gravidez

 pregnantTênis: saúde e diversão para mamães e bebês (Foto: Blog Mommies with Style)

“Você é louca?”, “Nossa, que perigo!”, “Corajosa, hein?”, “Cuidado para não perder o bebê!”, “Eu jamais faria isso se fosse você!”. Estes foram apenas alguns dos comentários que ouvi e ainda ouço de amigos, conhecidos e até de desconhecidos por aí. Diferentemente do que parece, por essa reação de pânico das pessoas, sou uma futura mamãe que não fuma nem consome bebidas alcoólicas.

O motivo de tamanha indignação? Optar por um estilo de vida saudável e não interromper as atividades físicas que sempre fiz regularmente, mesmo durante a gravidez. Uma delas, minha grande paixão como todos sabem, o tênis. Tudo começou quando descobri que estava grávida já há sete semanas, ou seja, quase dois meses de gestação.

Durante este período, considerado de risco até o quarto mês, minha rotina foi a mesma: viajei a trabalho para o Rio Open, ao Sony Open em Miami e para Roland Garros, frequentava e ainda "bato cartão" na academia todos os dias, onde faço musculação e Pilates, e batia minha bolinha três vezes por semana, antes e depois de saber que estava grávida. Ao longo dos meses, a barriga cresceu. E em nenhum momento desisti de fazer o melhor por mim e, principalmente, pela minha filha. Mas, afinal, as gravidinhas podem ou não jogar tênis?

Estar em forma, manter uma dieta saudável e praticar exercícios são tão importantes na gestação como em qualquer época da vida da mulher. Hábitos que só contribuem com a saúde e o bem estar pois garantem o fortalecimento de ossos e músculos, a resistência física e a boa circulação do sangue, além de diminuir os desconfortos típicos da gravidez. Se a atividade em questão for seu hobby, melhor ainda! Afinal nada mais prazeroso do que manter a saúde fazendo o que mais gosta.

A ciência também já comprovou que as mulheres que se mantêm em forma e não abandonam os exercícios físicos durante a gestação têm muito mais chances de garantir um trabalho de parto normal, saudável, mais rápido e mais fácil, sem falar na ótima recuperação nos dias seguintes ao nascimento do bebê. Este é outro assunto bastante polêmico no Brasil e pelo qual levanto a bandeira diariamente.

A falta de informação, como sempre, faz com que as gestantes sejam convencidas de que a cesariana é a melhor opção, quando na realidade é uma cirurgia super evasiva, indicada apenas para casos de risco de morte de mamães e bebês. Ou seja, em raríssimos casos. O índice no país chega a 90% e o limite permitido pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é de apenas 15%. Uma realidade assustadora, preocupante e que vai na contramão da saúde. Nos Estados Unidos e na Europa estes números são respeitados, assim como qualquer lei vigente e cumprida com rigor em países de primeiro mundo.

gravidez Image- Shutterstock Play-Tennis-During-PregnancyEspecialistas garantem: é saudável e até recomendável jogar tênis durante a gravidez (Foto: Shutterstock)

Mas, voltando ao esporte, a grande dúvida que muita gente ainda tem é: as grávidas podem jogar tênis normalmente durante a gestação? A resposta, na maioria dos casos, é sim! Principalmente se a mulher já batia uma bolinha com frequência antes de engravidar. Mesmo para quem nunca jogou, o esporte também é super indicado. Claro que algumas mudanças são fundamentais, afinal o ritmo, o preparo físico e o peso sofrem modificações significativas nesse período.

O ideal é diminuir a intensidade do jogo, correr menos, não agachar tanto e evitar movimentos bruscos o máximo possível. De resto, as futuras mamães estão liberadas para caprichar nos forehands, backhands, slices e voleios. Outra dica bem bacana é jogar partidas de dupla em vez de simples nessa fase ou fazer apenas aulas com o acompanhamento de um professor. A diversão e o exercício são os mesmos, mas com menos impacto e mais segurança para elas e seus bebês.

E qual a frequência recomendável para bater uma bolinha? Como qualquer outra atividade física, o tênis pode e deve ser praticado por gestantes pelo menos três vezes por semana. Mas, antes de bancar a Serena Williams por aí, é fundamental consultar o médico, seja para continuar com as “raquetadas” ou começar a praticar o esporte de maneira mais lúdica, caso a futura mamãe nunca tenha jogado antes. Só o ginecologista/obstetra poderá dizer se a gestante tem plenas condições para isso. Converse com ele e planeje uma rotina de condicionamento físico adequada para suas condições específicas e para o bebê.

Outra boa dica é evitar os horários mais quentes e úmidos do dia. O ideal é estar na quadra de manhã bem cedo, no final do tarde ou até mesmo à noite. Usar roupas leves, bem soltas e confortáveis, de preferência de algodão, também é imprescindível, assim como manter-se sempre bem hidratada, ingerindo o máximo de líquidos possível. E qual o período da gestação ideal para jogar tênis? Não há regras pois cada mulher tem um ritmo, um condicionamento, um estilo de vida e um tipo de gestação diferentes. No meu caso, sem riscos nem sintomas de desconforto, joguei desde os primeiros dias até o sétimo mês, sem dificuldades.

Gravidez não é doença. Então nada melhor do que evitar problemas de saúde para mamães e bebês justamente nesse período, praticando o esporte favorito. Além de todos esses benefícios, o tênis durante a gestação vai garantir uma boa forma física, uma incrível sensação de bem estar e uma perfeita recuperação pós-parto. Afinal, nada melhor do que se sentir bem e se adaptar rapidamente ao novo e mais sublime papel feminino: o de mãe.

Antes mesmo da descoberta da minha gravidez eu já jogava, não abandonei as quadras e só parei agora no sétimo mês de gestação. Sempre com o aval da minha médica. Poderia continuar até os últimos dias antes do parto perfeitamente, afinal me sinto melhor do que nunca e barriga não atrapalha em nada. Pelo contrário, a Sofia ama os efeitos da endorfina como a mãe e parece até que está fazendo alguns drills na minha barriga (rs). Infelizmente os compromissos pessoais e de trabalho aumentaram neste restinho de gestação. Mas assim que ela nascer volto às quadras rapidinho. E o melhor: não estarei sozinha. Vou ganhar uma parceira para o resto da vida!

As ex-tenistas Kim Clijsters, Gisela Dulko, Elena Dementieva, Anastasia Myskina, as blogueiras Kelcey Kintner ("The Mama Bird Diaries") e Gebelik ("Egebelik.com") e as atrizes Reese Whiterspoon e Guilhermina Guinle são apenas algumas das mamães lindas, poderosas e exemplares que não deixaram de lado seu esporte preferido e não pararam de se exercitar até os últimos meses de gravidez. Pra se inspirar!

gravidez foto Kelcey Kintner pregnant-tennis-5-e1366639979778A blogueira Kelcey Kintner gravidíssima, firme e forte nos voleios (Foto: Arquivo Pessoal)

gravidez kimKim Clijsters e Jack, ainda na barriga, se divertindo nas quadras do Foro Itálico, em Roma (Foto: Tennis World)

Gravidez Reese Foto- Agência Grosby GroupA atriz Reese Whiterspoon também não abandonou o tênis durante a gravidez (Foto: Agência Grosby Group)

gravida guilhermina2Guilhermina Guinle: linda, estilosa e barriguda treinando o saque (Foto: Arquivo Pessoal)

 PregnantBellyPainting-Tennis thumb300x400Gebelik: blogueira turca e defensora do esporte na gravidez (Foto: Arquivo Pessoal)

voltar ao topo