Menu

A nova estrela do tênis

 DimitrovnikeGrigor Dimitrov (Foto: Nike)

Ele conheceu as quadras com apenas 5 anos de idade. O pai, treinador de tênis. A mãe, ex-jogadora de vôlei. O esporte estava, mesmo, no DNA da família Dimitrov.

E o sucesso chegou cedo para Grigor, que venceu dois Grand Slams - Wimbledon e US Open - ainda na categoria juvenil. Em 2010 ganhou Challengers em Genebra e Bankok. No ano seguinte, o jovem búlgaro furou o qualifying do Australian Open, venceu a partida de estréia e se tornou um dos 100 melhores tenistas do mundo.

Com uma técnica perfeita e um backhand poderoso, Dimitrov é fã de Pete Sampras. Recentemente recebeu o apelido de “Baby Federer” e tem atraído os olhares de quem acompanha o esporte já há algum tempo.

Em Monte-Carlo, a nova promessa do tênis fez Rafael Nadal suar a camisa. Poucos dias depois, Grigor Dimitrov driblou as câimbras e perdeu um match point, mas conquistou o maior feito da carreira: derrotou o número 1 do mundo, Novak Djokovic, na segunda rodada do Masters de Madrid.

Ao assinar a câmera, uma bela homenagem: “Pai, eu te amo”! Em seguida, se despediu do público e deixou a quadra chorando.

Dimitrovcamera ok

Com a vitória histórica, Dimitrov avança no ranking outra vez e está cada dia mais próximo de realizar o sonho de ser o número 1 do mundo.

Ah, e algumas curiosidades de bastidores pra quem já virou fã do búlgaro: ele adora carros, computadores e relógios. Tem como patrocinadores a Nike e a Wilson. É  o namorado de Maria Sharapova.

dimitrovmariaGrigor Dimitrov e Maria Sharapova em Paris (Foto: onthegotennis.com)

"Hoje à noite eu sou um cara muito feliz (e cansado). Obrigado a todos por acreditarem em mim!"

dimitrovternoGrigor Dimitrov (Foto: Longines)

Saiba mais: www.grigor-dimitrov.com

voltar ao topo