Menu

Spidercam: tecnologia de cinema na quadra de tênis

 spidercam usopenArthur Ashe Stadium - US Open (Foto: sportblic.rs)

Qual a primeira imagem que lhe vem à cabeça quando o assunto é uma partida de tênis pela telinha? Uma câmera fixa com a quadra na posição vertical?

Sim, ela sempre vai estar ali e é essencial para uma boa transmissão. Mas foi-se o tempo em que os telespectadores só contavam com esse tipo de imagem.

Hoje é possível ver o jogo com mais mobilidade, por ângulos diferentes das câmeras tradicionais, graças à tecnologia da Spidercam. Aquele equipamento “esquisitinho” que mais se parece com uma aranha, mesmo!

A Spidercam é muito mais versátil que o sistema de câmera aérea utilizada anteriormente, a Skycam, e pode atingir praticamente qualquer ponto dentro da quadra: desde a saia da Maria Sharapova se levantando com o vento (“os mino pira”) até a troca de camisa do Rafael Nadal (“as mina suspira”)!

DSCN3692Spidercam na quadra central do Monte Carlo Country Club (Foto: Ariana Brunello)

A pequena câmera de fabricação alemã é presa por quatro cabos de aço bem finos, ancorados em locais estratégicos. Cada cabo conta com um guincho motorizado preso a roldanas e fixados aos postes de iluminação do estádio, com capacidade para levantar até 1,2 toneladas. A bateria tem apenas cinco horas de duração e deve ser trocada pelo menos uma vez durante um dia de transmissão.

spidercam girlsImagem exclusiva Spidercam - US Open (Foto: tennispanorama.com)

 Ela tem estabilidade, é rápida, silenciosa, segura e só pode ser utilizada antes, nos intervalos ou depois da partida. O objetivo é capturar a movimentação dos jogadores, como se o equipamento estivesse mesmo voando pela quadra.

spidercam melze murraySpidercam na cola de Jurgen Melzer (Foto: telegraph.co.uk)

Mas é preciso um certo cuidado ao manusear a Spidercam. O sistema é montado em menos de um dia e monitorado por uma equipe de 3 técnicos numa sala de controle.

spidercam usopen manMontagem da Spidercam no US Open (Foto: sportsvideo.org)

A tecnologia ainda não está disponível em todos os eventos da ATP e da WTA. Por enquanto, a “super aranha” atrai os olhares do público em alguns torneios como o US Open, Monte Carlo e Roland Garros, que começa neste fim de semana.

DSCN3849Carlos Bernardes, Rafael Nadal e Jo-Wilfried Tsonga no Masters de Monte Carlo (Foto: Ariana Brunello)

Além dos jogos de tênis, a câmera é bastante utilizada em outras competições ao ar livre como futebol, corrida, ciclismo e jogos de inverno, ou em ginásios fechados, estúdios, filmes, shows e concertos musicais.

Jogadores, treinadores, telespectadores, o público em geral e até os próprios operadores. Todos se encantam com a tecnologia da Spidercam!

DSCN1121Roger Federer, Eva Asderaki e Bjorn Phau - US Open (Foto: Ariana Brunello)

Abaixo, alguns vídeos bacanas: no primeiro, a equipe da ESPN americana explica como funciona o sistema. No segundo, imagens capturadas pela câmera móvel durante a partida entre Gael Monfils e Rafael Nadal no Masters de Madri. Confira!

 

  

voltar ao topo