Menu

A dança das raquetes

 federer 2013 hamburg 10Roger Federer testando a nova Wilson em Hamburgo (Foto: Divulgação)

Toda vez que algo não vai bem, algumas mudanças são bem-vindas e necessárias. No mundo do tênis não é diferente. Há quem prefira trocar o técnico, o preparador físico ou até mesmo a raquete.

A companheira de todas as horas pode não ser mais a melhor aliada e, muitas vezes, pequenos ajustes ou grandes trocas podem resolver os problemas na quadra.

Essa foi a solução encontrada por Roger Federer e Caroline Wozniacki que, nos últimos dias, foram flagrados com raquetes sem identificação, pintadas de preto, o chamado “paintjob”.

No auge da carreira, a dinamarquesa jogava com o modelo Aero Pro Drive da Babolat. Em 2011 passou a ser patrocinada pela Yonex e adotou o modelo VCORE Xi 100.

caro vcoreCaroline Wozniacki com a Yonex VCORE 100s (Foto: Divulgação)

Desde então, a parceria com a tradicional marca japonesa parece não ter rendido bons frutos. Caroline perdeu o posto de número 1 do mundo, saiu do Top 10, chegou a apenas duas semifinais em 2011, a uma rodada de quartas-de-final em 2012 e a uma final em 2013.

Nas últimas semanas, durante a temporada de grama, Caroline usou uma raquete diferente, com as mesmas cordas e antivibrador, e parece ter “reatado o namoro” com a antiga Babolat: “Estou fazendo alguns ajustes em minha raquete pois preciso de mais força e potência em meu jogo”.

caroline-wozniacki-racquetCaroline no AEGON International em Eastbourne

carolineracA nova raquete pintada de preto - paintjob (Fotos: Getty images)

 O problema é que a ex-número 1 do mundo ainda tinha patrocínio da fabricante japonesa. Resultado: a Yonex rescindiu o contrato de fornecimento de raquetes pra ela, que ainda não anunciou um novo patrocinador.

Roger Federer também decidiu que já era hora de trocar a raquete. Faltando algumas semanas para a temporada de quadra dura, o suíço escolheu o torneio de Hamburgo para testar o novo modelo: uma Wilson com aro 98, 318 gramas e padrão de cordas 16 x 19. Ou seja, uma raquete maior e mais leve que a anterior, uma Wilson Pro Staff BLX 90.

O anúncio oficial foi feito numa coletiva de imprensa na Alemanha: “Acho que 90% dos jogadores da ATP usam modelos com cabeça entre 90 e 100. Estou me adaptando bem e acho que a troca de raquete é um dos maiores benefícios para um tenista”.

roger new racquetRoger Federer testando a nova raquete (Foto postada em sua página no Facebook)

Há algum tempo, Federer já tinha pensado nessa mudança e chegou a testar alguns modelos, mas preferiu continuar com sua companheira de tantos anos. A decisão veio no momento certo, já que a temporada 2013 não tem sido uma das melhores em toda sua brilhante carreira.

A mudança da raquete tem como objetivos melhorar o desempenho do ex-número 1 do mundo, gerar mais força e velocidade nas bolas e recuperar a confiança após os resultados das últimas partidas.

roger blxFederer e sua Wilson Pro Staff BLX 90 em Wimbledon (Foto: Divulgação)

No total, Federer teve apenas duas raquetes em toda a carreira: uma Pro Staff 85 6.0 e uma Hyper Pro Staff 6.0. O suíço deve estrear o novo modelo contra Daniel Brands, na segunda rodada do ATP 500 de Hamburgo.

Que as mudanças tragam bons ventos, que Caroline consiga um novo patrocinador e que Roger volte a encher nossos olhos com o melhor tênis da história!

voltar ao topo