Menu

O novo Federer, por Ivan Ljubicic

federer ivan

Por Matheus Martins Fontes, colunista do Tennis Report

Dezembro de 2015. O suíço Roger Federer opta por encerrar a parceria de dois anos com seu ídolo Stefan Edberg e decide integrar Ivan Ljubicic em sua equipe. Muitos fãs do suíço reclamam da atitude em trocar o certo pelo duvidoso questionando o que o croata poderia fazer de melhor no lugar do sueco, ex-líder do ranking.

Nos primeiros seis meses de parceria, a preocupação só aumenta, pois Federer não conquistou nenhum título – seu pior início em mais de uma década. Para piorar, é submetido à primeira cirurgia da carreira, no joelho em fevereiro de 2016, e precisa encerrar o ano antes da hora para “cicatrizar” a lesão. Com isso, perde Jogos Olímpicos do Rio, US Open e ATP Finals.

Muitos fãs já cogitam a possibilidade de Federer anunciar sua aposentadoria. Afinal, o que mais falta para o vencedor de 17 Grand Slams e recordista em semanas como número 1 nessa altura da carreira, aos 35 anos?

Leia mais ...

Na quadra ou na neve: o estilo inconfundível de Federer

  • Publicado em Moda

roger neve 1Roger Federer sob as lentes de Craig McDean no editorial da GQ Magazine

Por Aline Brunello

O ano mal começou e o tenista mais admirado da história do esporte já levou pra casa dois troféus: o do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, e o do BNP Paribas Open, em Indian Wells, primeiro Masters 1000 de 2017.

No intervalo entre os dois torneios, Roger Federer achou um tempinho em sua agenda atribulada e foi capa, mais uma vez, da GQ Magazine´s Style Bible, edição anual da consagrada revista de moda, que já virou leitura indispensável de grande parte do público masculino mundo afora.

Além do sucesso nas quadras, o suíço é figura carimbada no universo da moda masculina, sempre eleito pelo público e pelos especialistas como um dos homens mais bem vestidos e elegantes do mundo. Em 2016 não foi diferente. Sexto colocado no ranking da ATP, Federer venceu a disputa da GQ em dezembro passado, deixando para trás nomes como Kanye West, Ryan Gosling e Tom Hiddleston. Confira!

Leia mais ...

Força, Petra!

 petra billboardPainel de homenagens a Petra Kvitova no Indian Wells Tennis Garden

Por Aline Brunello

O primeiro Masters 1000 da temporada ganhou um cantinho pra lá de especial, nesta edição de 2017: um grande painel de homenagens à tcheca Petra Kvitova, após sua ausência no circuito profissional da WTA há três meses. Instalado em uma das alamedas do charmoso Indian Wells Tennis Garden, complexo que sedia o torneio na Califórnia, o banner está à disposição dos fãs e visitantes, que já começam a deixar mensagens carinhosas e recados especiais em apoio à tenista bicampeã de Wimbledon.

Petra foi esfaqueada em dezembro passado, quando tomava café da manhã em seu apartamento, após reagir a uma tentativa de assalto e sofreu lesões nos cinco dedos e em dois nervos da mão esquerda. invasor era procurado pelo polícia, fingiu ser um técnico da empresa de energia e disse que precisava conferir o leitor de eletricidade. O ladrão fugiu levando cerca de R$ 654.O susto foi grande e Kvitova deve ficar até seis meses afastada do circuito.

Se estiver em Indian Wells, aproveite para dar aquela forcinha a uma das mais talentosas tenistas da atualidade. Passe lá e deixe sua mensagem também! Veja abaixo alguns recadinhos que os fãs estão deixando para ela por lá. Get well soon, Petra! 

Leia mais ...

Game, set, match: Serena Williams

 Serena-Williams-Kim-Clijsters-SS-PI.vadapt.620.high.0Serena Williams e Kim Clijsters na final de 2001 em Indian Wells (Foto: John Mabanglo/AFP)

Março de 2001. Final feminina de simples. WTA Premier de Indian Wells. Na quadra principal do belo complexo na Califórnia estavam Serena Williams e Kim Clijsters. Uma partida que entrou para a história, não pela disputa entre duas das maiores tenistas que o esporte já conheceu, mas pelo comportamento inesperado de alguns torcedores.

Um coro de xingamentos racistas direcionados à tenista norte-americana ecoava nas arquibancadas do estádio lotado, ao mesmo tempo em que aplausos e gritos de euforia eram ouvidos em favor da tenista belga. Tudo porque, um dia antes, Venus enfrentaria Serena na semifinal e desistiu, alegando sofrer as dores de uma tendinite.

Desde então, as irmãs Williams nunca mais pisaram nas quadras do Indian Wells Tennis Garden. Catorze anos se passaram e a número 1 do mundo, agora dona de 19 títulos de Grand Slam, decidiu acabar com o boicote a um dos campeonatos mais importantes no calendário da WTA. Em um texto escrito com exclusividade à Revista Time, Serena Williams revelou que entendeu o verdadeiro significado do perdão e que voltará a disputar o torneio por amor ao tênis. Confira!

Leia mais ...

Tênis em 360 graus

 freeDRoger Federer em ação (Foto: Getty Images)

Replay em slow motion, câmera voadora e desafio Hawk-Eye já podem ser consideradas tecnologias do passado numa partida de tênis. Claro que esses recursos são fundamentais e deverão ter vida longa na história do esporte. Mas como o universo tecnológico passa por constante evolução, toda novidade é sempre muito bem-vinda dentro das quadras.

A última delas entrou em cena esta semana no BNP Paribas Open, em Indian Wells, durante as transmissões. É o FreeD (Free Video Dimensional), tecnologia inovadora que utiliza câmeras que congelam a imagem e, ao mesmo tempo, permitem uma rotação de 360 graus em qualquer plano ao redor da quadra. Ponto para a ATP Media, que mais uma vez investe pesado nas imagens geradas ao mundo.

Considerado o futuro das análises do tênis, a FreeD mostra todos os ângulos da jogada e dos movimentos dos jogadores em detalhes que impressionam. A tecnologia 3D já existe há algum tempo nos cinemas e em alguns aparelhos de TV, mas você sabe como esse recurso funciona, especialmente durante as transmissões de tênis?

Leia mais ...

Os mini Slams

 IW BNP-Paribas-Open-2010-2BNP Paribas Open abre a temporada dos "mini Slams"

Estrutura, organização, jogos, público, animação, glamour, expectativa e clima de Grand Slam. Tão bom quanto acompanhar ou estar em um dos quatro majors do tênis é vivenciar a experiência de um torneio Masters 1000 ou Premier Mandatory. São nove ao longo da temporada da ATP e quatro na agenda da WTA, cada qual com suas histórias, características e detalhes que os tornam tão especiais.

Abrindo o calendário em março, um grande mês para o esporte, dois eventos consecutivos em solo americano chamam a atenção: o BNP Paribas Open em Indian Wells e o Sony Ericsson Open em Miami. São dois mil pontos e muito dinheiro em jogo, o que atrai um grande número de tenistas em lados opostos do país. O alto nível e a quantidade de dias de competição, dez e doze respectivamente, fazem dos primeiros Masters 1000 e Premier Mandatory da temporada dois mini Grand Slams.

O apoio e a presença da torcida, que lota as arquibancadas do início até o fim de cada torneio, também são fatores decisivos na preferência de muitos jogadores que consideram esta a melhor época nos calendários da ATP e da WTA. Em sua 37ª edição, com estimativa de público acima de 370 mil pessoas e com mais de 5 milhões de dólares em premiação, o primeiro torneio deles acontece no magnífico complexo do Indian Wells Tennis Garden, no deserto da Califórnia.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS