Menu

10 dicas para curtir o melhor de Roland Garros

 rgQuadra Philippe Chatrier, no complexo de Roland Garros (Foto: Divulgação)

Foram dias intensos, de muito trabalho, mas também de muita diversão. Afinal, já diria aquele velho ditado: faça o que você ama e nunca precisará trabalhar na vida. Revi amigos antigos, fiz novos contatos e ganhei mais um pouco de experiência e aprendizado. Em resumo, a primeira cobertura do Tennis Report em Roland Garros foi inesquecível.

Não só por ser brasileira e estar na segunda casa do Guga. Mais que isso, quando passei pelo portão do complexo parisiense, completei o meu “Career Slam” depois de estar no Australian Open, em Wimbledon e no US Open, respectivamente. A experiência de viver de perto o dia dia dos “Big 4” (e aqui me refiro aos Slams) e de outros eventos menores da ATP Tour e da WTA, traz uma percepção e um olhar mais apurados pois só estando in loco para conhecer as peculiaridades de cada um.

E nada mais gostoso do que desbravar novos territórios, especialmente os do tênis, não é? Se for em Paris, então... melhor ainda! O charme do complexo de Roland Garros, a paixão dos franceses pelo esporte e a chuva que sempre insiste em cair na primavera parisiense já são, por si só, marcas registradas do segundo Grand Slam do ano. Mas, se está na capital francesa ou pretende ir para lá no próximo ano, confira 10 dicas imperdíveis que o Tennis Report preparou pra você!

Leia mais ...

Silence s'il vous plaît!

  • Publicado em Moda

 lacoste-2Coleção cápsula da Lacoste para Roland Garros 2016

Os olhares do tênis estão em Paris. Do qualifying até a grande final, o esporte branco invade a capital francesa. Mas, não só a bolinha amarela e os guarda-chuvas são os grandes destaques do segundo Grand Slam do ano. É nessa época que também surgem parcerias bem bacanas entre grandes marcas, afinal a cidade-luz também é a capital da moda.

E quando o assunto é tênis e moda, sem dúvida, a Lacoste é referência absoluta em estilo, conforto e elegância dentro e fora das quadras. Não é à toa que a marca criada por René Lacoste é uma das principais empresas patrocinadoras de Roland Garros, uma parceria que rende bons frutos há 45 anos. O sucesso é tanto que a tradicional grife francesa sempre lança uma coleção comemorativa para cada edição do torneio.

Em 2016, não foi diferente. A Lacoste lançou uma coleção cápsula em homenagem ao ex-tenista francês, cinco vezes campeão de Roland Garros, entre títulos de simples e duplas. Batizada de “Silence s’il vous plaît”, a edição limitada celebra a elegância clássica e atemporal dos grandes campeões dos anos 20 e aposta em frases divertidas e típicas do esporte. Très chic!

Leia mais ...

Roland Garros: um novo Grand Slam

DSCN6178Vista aérea do novo Estádio de Roland Garros (Foto: FFT)

Um cenário deslumbrante, muita gente bonita, boa comida e partidas inesquecíveis em um ambiente muito charmoso e acolhedor. Um evento que beira a perfeição, se não fossem a grande quantidade de pessoas que lotam os estreitos corredores do clube desde o primeiro dia e o mau tempo que insiste em dar o ar da graça, todos os anos, no mês de maio.

Mas, se não é possível mudar a primavera na capital francesa nem impedir o sucesso de público a cada edição, a solução é quebrar a tradição e investir em melhorias para garantir mais qualidade a um dos torneios mais famosos na história do esporte. Depois de analisar todas as opções, entre elas a mudança para outra localidade, a Federação Francesa de Tênis decidiu manter o segundo Grand Slam do ano em Paris.

O próximo passo foi criar um grande projeto de modernização do Estádio de Roland Garros, essencial para garantir o futuro do torneio. Assim, um dos maiores eventos esportivos do mundo vai se tornar mais atraente aos jogadores, fãs, parceiros e também à imprensa. Os mesmos protagonistas estarão em um palco diferente a partir de 2018, mas ainda fiel ao espírito e à história do tradicional Grand Slam francês.

Leia mais ...

O melhor da moda em Roland Garros

  • Publicado em Moda

 DSCN6347Vitrine da loja Chantal Thomass na Rue Saint Honoré (Foto : Ariana Brunello)

A moda faz parte do tênis. Mas, o que uma loja de lingerie tem a ver com o esporte branco? Difícil imaginar uma ligação entre peças tão íntimas e a bolinha amarela, mas a estilista francesa Chantal Thomass conseguiu o improvável: deixou o mundo da lingerie um pouco de lado e mergulhou no universo de Roland Garros.

Pela primeira vez, a estilista criou uma linha exclusiva para esta edição do tradicional Grand Slam francês. A brilhante parceria surgiu pois Chantal é conhecida na Europa pelas luxuosas lingeries e o torneio é tão famoso quanto ela quando o assunto é moda. Resultado: uma coleção cápsula com poucas peças, mas todas muito charmosas, chiques, glamurosas e extremamente femininas.

Nas edições de 2011 e 2013, a francesa Angeline Melin e a americana Polly Becker foram as responsáveis pelas linhas de camisetas exclusivas do torneio. Agora foi a vez de Chantal encantar o público feminino com praticidade, diminuindo o guarda-roupa clássico de uma jogadora de tênis e adicionando um toque de elegância à coleção 2014. Ou seja: a cara de Roland Garros!

Leia mais ...

Inesperadamente Roland Garros

RG classementCampeões de Roland Garros nos últimos dez anos (Foto: AFP)

O segundo Grand Slam do ano começou e, como não poderia ser diferente, já traz muita expectativa, previsões de duelos inesquecíveis, promessa de casa cheia e, claro, muita chuva pra dar aquele suspense a mais nas próximas semanas. Tudo perfeitamente dentro do esperado se não fosse apenas um detalhe.

Diferentemente dos anos anteriores, Roland Garros não tem um único favorito ao título e esta edição já é considerada a mais aberta dos últimos dez anos. Basta analisarmos a temporada 2014 desde o início. Independentemente da superfície e do ranking, Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roger Federer e Andy Murray ainda mantêm a superioridade, mas já não são imbatíveis como antes, seja qual for o torneio. Além disso, novos talentos como Kei Nishikori, Grigor Dimitrov, Milos Raonic e velhos conhecidos como Stanislas Wawrinka têm ameaçado brilhantemente o reinado dos “Big Four”.

A mesma imprevisibilidade vemos na chave de duplas. A invencibilidade de Bob e Mike Bryan não é mais absoluta já há algum tempo, apesar dos gêmeos norteamericanos ainda serem uma das melhores duplas da história. Hoje o caminho está livre para outros grandes nomes do circuito, como Daniel Nestor e Nenad Zjmonic, Lukas Kubolt e Robert Lidsted, Bruno Soares e Alexander Peya, Marcelo Melo e Ivan Dodig, a dupla-revelação de 2014 Juan Cabal e Robert Farah, entre outros.

Leia mais ...

De carona pra Roland Garros

roadRG-2Guillaume Dolmans, o motorista-entrevistador do programa "Road to Roland Garros" (Foto: Divulgação)

O que seria mais fascinante do que passear de carro pelas ruas de Paris?

Dar uma caroninha e, ao mesmo tempo, bater um papo descontraído e muito divertido com os principais tenistas que disputam o torneio de Roland Garros!

Esse é o dia-a-dia de Guillaume Dolmans, o ator de 32 anos que conduz as entrevistas enquanto leva os jogadores do hotel para o complexo, a bordo de um Peugeot. Há dois anos ele é o apresentador do “Road to Roland Garros”, programa transmitido durante os intervalos dos jogos, e já faz tanto sucesso quanto qualquer tenista do circuito.

Leia mais ...

“A divina” Suzanne Lenglen

 suzanne wimbledonSuzanne Lenglen - Wimbledon

Bem antes de Martina Hingis, Gabriela Sabatini e Maria Sharapova encantarem o público, dentro e fora das quadras, o mundo do tênis já tinha uma grande estrela. Não só pela leveza e agilidade com que jogava, mas também por vencer preconceitos numa época em que o esporte era território exclusivo do público masculino.

Suzanne Lenglen sofria de asma e encontrou no tênis uma maneira de melhorar o problema de saúde. Ganhou a primeira raquete aos 11 anos de idade e começou a jogar na quadra de saibro construída no quintal de casa, no interior da França. Vendo o talento da filha, o pai logo virou seu treinador e a levou para o Tênis Clube de Nice.

O sucesso veio rápido: com apenas 15 anos, Suzanne chegou à final de Roland Garros, mas perdeu para Marguerite Broquedis. As primeiras vitórias aconteceram nos campeonatos mundiais de saibro em Saint-Cloud.

Leia mais ...

Uma aula de jornalismo... em Roland Garros!

matheusparisMatheus nos Jardins do Trocadero

 

Por Matheus Martins Fontes

 

Durante 23 dias tive o privilégio de trabalhar na cobertura de Roland Garros, um dos quatro maiores torneios de tênis do circuito profissional, sediado em Paris. O complexo francês é conhecido por sua riqueza histórica, cultural e também pela beleza: é impossível não avistar a Torre Eiffel do alto da Philippe Chatrier!

Para conseguir a credencial de Roland Garros é necessário preencher um requerimento no site oficial da Federação Francesa de Tênis (FFT) até o mês de março. Nós, da Revista TÊNIS, viajamos com uma credencial provisória para a primeira semana.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS