Menu

Game, set & match pra vida

DSC08923Beth, guerreira nas quadras e na vida, venceu o câncer (Foto: Ariana Brunello)

Por Beth Saraiva

“Comecei a jogar tênis há mais de vinte anos. Minha família tinha um apartamento na praia, a gente montava uma rede na areia e brincávamos de beach tennis. Meu filho então me pediu para que eu o matriculasse numa academia e comecei a fazer aulas também pois descobri que tinha diabetes e precisava praticar um esporte. Me apaixonei e nunca mais abandonei o tênis. Tenho aulas até hoje com o mesmo professor.

Meu objetivo nunca foi competir, mas sim praticar exercícios físicos de uma forma lúdica. De uns tempos pra cá tentei melhorar, aliás acho que sou uma das poucas pessoas de idade que ainda querem aprender coisas novas na quadra. Acho que nunca é tarde pois temos que morrer aprendendo, isso é o que a gente leva da vida. Tenho uma turma grande de amigos com quem bato bola todo domingo. É uma diversão só: a gente ri, fala palavrão e se reune pra tomar uma cervejinha logo depois das partidas. Não existe terapia melhor!

Um dia fui ao médico para fazer exames de rotina e descobri dois tumores na mama esquerda. Retirei parte das microcalcificações para biópsia, o resultado deu positivo, passei por cirurgia e comecei as sessões de radioterapia. Me livrei da doença e nunca parei de fazer os exames de prevenção a cada seis meses. Meu médico então me recomendou o uso de hormônios pois até então eu nunca havia precisado e evitava em razão do meu histórico de saúde.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS